sexta-feira, 10 de abril de 2009

Destruição da Mídia pela Internet

Muito se fala sobre as linguagens utilizadas para trocar informações pela internet. Grandes pensadores, e mesmo leigos, criticam as abreviações como: vc, eh, naum. Se formos pensar em uma comunicação informal, despretenciosa, não há maiores problemas. Porém hoje lendo uma matéria da site http://www.an.com.br/, deparei-me com um novo ponto de observação. Segue trecho da matéria abaixo:



"Milhares deste bicho se espalharam pelos fundos de uma casa abandonada e passaram a invadir outras casas da região. Desde o começo da manhã desta quarta-feira, os moradores evitam deixar portas e janelas abertas para que as imbiras não entrem dentro de casa. A situação é mais preocupante nas propriedades ao lado do terreno onde fica o ninho das imbiras. Elas sobem pelos muros e chegam facilmente nos quintais vizinhos."



A autoria não é o mais importante nessa situação. Mas devemos nos atentar ao fato de que existem certos erros na composição do parágrafo. Talvez não por desconhecimento do autor. Pode ser que seja somente destração. Mas aí vem a avaliação crítica.



A internet nos traz todo seu poder de globalização, trocas de informações por todo o mundo, e, o mais importante, a extrema velocidade com que as informações viajam. E nessa ância de publicar o mais breve possível a matéria, ela displicentemente é publicada sem uma revisão. E aqui nos deparamos com a internet acabando com uma das poucas fontes de língua portuguesa que deveria ser superior à fala.

Após consultar a produção do ANotícia, confirmei o seguinte:
"As publicações no site ocorrem basicamente de duas maneiras: textos que são publicados no impresso e reproduzidos no site passam por revisão. São revisados para o impresso e, ao serem reproduzidos, não passam por alterações. Há os textos feitos ao longo do dia e que vão direto para o site, antes de publicação no impresso. Neste caso, os repórteres escrevem e nossos jornalistas do site leem novamente antes da publicação. A intenção, nos dois casos, é evitar os erros sempre, seja qual for o caminho que o texto seguir: primeiro site ou primeiro impresso, a ideia é nunca ter erros (embora, às vezes, contra nossa vontade, aconteçam).". Conforme informou a produtora do jornal Anoticia.

Seja o primeiro a comentar!

  ©Demente News - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo