domingo, 25 de outubro de 2009

Revirando as coisas antigas

No embalo das poesias recicladas, resgatei uma para melhorar e terminar. Ela não é tão velha assim, afinal, estou ficando mais velho, mas são só 21 anos!





E então,
Quando não se acredita haver mais maneiras de sentir-se envolvido,
Regressa a mente seu embriagante perfume.

Embriaga-te trazendo paz e loucura,
Em uma incrível harmonia,
Que talvez nunca se imagine sentir um dia.

Todos os sentidos se desligam.
Permanece apenas a lembrança.
Sem pensar em falar.
Sem pensar em ouvir.
Sem pensar em ver.
Querendo somente ser levado por esse prazer volátil.
Mas, subitamente, recai a triste certeza
De não poder te ter por perto.

Nesta ressaca de sentimentos,
Resta apenas curar as dores de um mal que acalenta,
Mas ao mesmo tempo enlouquece, como uma droga a um viciado.
E hoje, eu sou viciado.

Seja o primeiro a comentar!

  ©Demente News - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo